Conteúdo ERP

O que é ERP?

O Enterprise Resource Planning, mais conhecido como ERP, é um banco de dados que pode ser compartilhado por diversos setores e funções. Ele tem funções essências para controlar um negócio, como gerenciamento de inventário e pedidos, contabilidade, recursos humanos, gerenciamento de relacionamento com cliente (CRM). Além disso todos os recursos do software, são disponibilizados em uma só plataforma, podendo obter muito mais agilidade em processos e informações em toda a organização.

erp

ERP Sincroniza Relatórios e Automação

O software ERP disponibiliza relatório e automação sincronizada. Ao invés de perder um longo período de tempo preparando planilhas e bancos de dados, que necessitam incorporar um com o outro manualmente para só então conseguir um relatório, as soluções de ERP mais robustas permitem que esse trabalho manual seja feito de modo automatizado e de um só sistema.

Por exemplo com cada pedido de vendas se envolvendo de forma automatizada para o financeiro sem qualquer reprodução manual, assim agilizando o departamento gerenciamento de pedidos, e financeiro de forma mais pratica e rápida consegue fechar os livros com muito mais precisão. Para cada departamento possui uma área com as métricas mais importantes no ERP, assim permitindo fácil entendimento dos procedimentos e desempenho que ocorreram.

Tipos de ERP

ERP on premisse ou local – é inserido localmente no hardware e servidores de sua companhia, e será administrado por seus colaboradores de TI. Para obter esse tipo de ERP é necessário um investimento maior, é preciso comprar desde a licença até condições indispensáveis de hardware, servidores e admissão de pessoas com experiências no software, e treinamento de funcionários. Antes de instalar um sistema ERP on premisse, é essencial fazer uma estimativa de custos de tudo que deverá realizar para implementação de sistema.

ERP em nuvem – também conhecido como SaaS (Software-as-a-Service), ele oferece muito mais praticidade, como se fosse um serviço de assinatura. Esse sistema de gestão em ERP em nuvem é acessado via internet, os dados ficam armazenados em seu fornecedor, assim podendo ser acessado de qualquer local. Ao contrário do ERP on premisse os fornecedores do software oferece suporte e gestão.

ERP de nicho – É um sistema de ERP exclusivo para suprir as necessidades para cada mercado, um exemplo seria sistemas de gestão focados em supermercados, farmácias etc. Tendem a ser bastante adeptos as carências do seu nicho, entretanto são menos flexíveis e adaptáveis.

ERP Opensourse – são meios de códigos abertos que endereçam as funções mais importantes de um ERP. Você não precisa se preocupar com gasto de aquisição de licença, mas terá que fazer um investimento em implantação.

ERP Gratuito – São bem simples em suas operações, e não possibilitam de fazer muita coisa, bom para pequenos empreendedores, podem ser uteis para o começo da empresa, mas conforme a companhia for aumentando sua demanda não irá suprir suas necessidades, e o mais recomendado seria a troca por uma solução mais profissional.

ERP Baratinho – São muito similares com os gratuitos oferecidos no mercado, resolvem problemas de empresas que não obtém alta complexidades. Fáceis de se usar, voltados para empresas que estão começando. Conforme o negócio crescer vai sentir suas limitações, e sentira a precisão de troca de ERP.

Quais funções do ERP são mais utilizadas?

Pesquisas realizadas pelo Aberdeen Group, a aplicação de funções de um ERP é diferente conforme o tipo de negócio. Segundo a pesquisa, 32,9% das utilidades existentes no software ERP são frequentemente utilizadas.

De modo geral, o software aqui no brasil é utilizado de um jeito simples, com as funcionalidades básicas, como receita, lançamento de nota fiscal, automatização de leis fiscais, administração financeira, analise de fluxo de caixa e norma de atividade para poder resolver possíveis problemas e procedimentos mais habituais da companhia. Assim deixando de lado as aplicações mais desenvolvidas por falta de conhecimento dificuldade nas corporações por meio de seus funcionários de mexer no sistema.

Principais módulos presentes em sistemas ERP:

  • Vendas;
  • Controle de estoque;
  • Fiscal;
  • Compras;
  • Recursos Humanos;
  • CRM;
  • Ativo fixo;
  • Jurídico;
  • Processos;
  • Business Inteligente.

Benefícios em investir em um ERP:

  • Qualidade e eficiência;
  • Diminuição nos gastos;
  • Agilidade empresarial;
  • Anulação de utilização de interfaces manuais;
  • Melhoramento do fluxo de dados e eficácia incluído da organização;
  • Otimização do método de tomada de decisão;
  • Eliminação de repetições de ações;
  • Diminuição do período de solução ao mercado;
  • Diminuição das dúvidas do lead de tempo de provisão;
  • Inserção dos melhores hábitos aos procedimentos internos da companhia;
  • Diminuição da duração de processos gerenciais;
  • Diminuição de estoque;
  • Diminuição do tempo de trabalho, por suas atividades repetitivas se tornarem automatizadas;
  • Melhoria na comunicação interna;
  • Melhor desempenho na fiscalização das operações da firma;

Uma outra grande vantagem do ERP, se estiver alocado na nuvem, o seu software não fica ultrapassado com o correr do tempo. Sabemos que a tecnologia acontece melhorias constantes e com isto o sistema sempre irá estar atualizado. Possuir um sistema que possa ser atualizado e obter toda modernização é fundamental. Isso também se aplica as leis, impostos e regulamentos que podem passar por mudanças com o tempo.

Números que ligam o mercado ao sistema ERP:

• 50% da aplicação de capital são voltados na diminuição de custos;

• A agilidade em tomar uma decisão por meio de dados essenciais ajuda as companhias na diminuição de seus gastos com as operações em até 23% e os administrativos em 22%;

• Empresas de médio porte fazem da tecnologia seu maior companheiro para muitos trabalhos como: otimização e descomplexificar processos, término de retrabalho, maior eficácia, entre outros;

• A utilização de um ERP eficaz amplia a capacidade de entrega no prazo em até 24%;

• 20% dos investido na tecnologia de empresas de médio porte são voltadas ao crescimento da empresa;

• Essas mesmas empresas de médio porte que utilizam ERP também possuem a capacidade de decrescer margens operacionais em até 21%;

Além disso:

• 27% de redução de pessoal;

• 26% de aumento de produtividade;

• 14% de economia com TI.

tempo-erp

Obtenha uma ampla visão e com dados atualizados em tempo real, assim podendo detectar problemas rapidamente, com isso promovendo melhorias.

cartão-erp

Melhora a conformidade financeira com padrões regulatórios e reduz risco.

automação-erp

Automatiza suas principais métricas e por ordem de atendimento e aquisição a pagar.

celular-erp

Tenha um atendimento que atenda às necessidades dos seus clientes e uma fonte para cobrança.

Leave a comment